.mais sobre o GFACR

.pesquisar

 

.Setembro 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.posts recentes

. Batata Quente - Bernardo ...

. Corridas Com Cheiro a Sam...

. Batata Quente - Alberto C...

. Batata Quente -César Nova...

. Batata Quente - Bernardo ...

. Batata Quente - Luís Palh...

. Batata Quente - Tiago Rib...

. Batata Quente - Francisco...

. Batata Quente - Francisco...

. Batata Quente - Guilherme...

.arquivos

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Agosto 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Maio 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Novembro 2004

blogs SAPO

.subscrever feeds

Sábado, 14 de Outubro de 2006

Batata Quente - Óscar Carvalho

Caros amigos, leitores e aficionados 


Estou pela segunda vez a escrever para o nosso blog, desde já agradeço a oportunidade que o Paulino me concedeu para bisar.


Não é difícil de falar sobre e para o Grupo, o difícil é achar uma ponta para desenrolar o novelo, pois então cá vai. 


Mais uma temporada praticamente terminada, termina oficialmente dia 1 de Novembro, de um modo geral acho que esta temporada foi uma temporada muito positiva para a Festa de Toiros, a reinauguração do Campo Pequeno, a inauguração da praça de Elvas, algumas corridas transmitidas pela televisão pública, havendo ainda alguns pormenores a rever, tais como o inicio de uma transmissão no decorrer da lide do 2º toiro, as habituais corridas TVI, o programa Arte e Emoção transmitido na RTP2, e em boa hora(!) a transmissão de corridas antigas na RTP Memória.  


Este ano penso que também foi um ano de algumas confirmações por parte de novos cavaleiros, muitas Alternativas, e quando digo “muitas”, refiro-me ao facto de grande parte desses cavaleiros não terem as mínimas condições (técnicas/conhecimento) de entrarem numa praça com a casaca. Há um provérbio muito interessante e diz muito: “cada peixinho sonha em ser baleia”, será importante que esses cavaleiros tenham essa percepção, para que façam mais novilhadas, festivais, ganhem rodagem e conhecimento para que estejam preparados no dia da Prova, obviamente que a responsabilidade também tem que ser repartida por quem avalia a prova.


Os meus sinceros parabéns à família Telles que este ano protagonizou um dos momentos mais altos do Campo Pequeno, o outro foi o triunfo do Grupo das Caldas que arrebatou o prémio de MELHOR GRUPO!! 


Outro ponto pertinente que eu gostaria focar, é a proliferação de novos Grupos de Forcados, que eu espero que Honrem a jaqueta que vestem, se o fizerem desejo-lhes a maior Sorte. Infelizmente muitos toiros regressaram “vivos” aos curros, muitos porque 1 já é MUITO, os grupos (são sempre os mesmos) uns mais novos, outros mais antigos, mas todos tiveram em comum a falta de atitude.


A maioria dos forcados quando estão fardados pedem ajuda Divina, de facto a fé é muito importante mas por si só, não basta para resolver os problemas entre toiro e forcado, tem que haver muita Vontade e Crer, sem isso nada feito, já Erasmo se tinha enganado quando disse :“A fé e a caridade seriam o suficiente para resolver as diferenças religiosas entre os Homens”.


Há uma passagem interessante num livro sobre as invasões Napoleónicas em que um soldado reflecte o seu comportamento perante uma batalha:” … de que era doce e bonito lutar, sofrer e talvez morrer por uma ideia. A Ideia. Era isso precisamente o que diferenciava o homem que se erguia acima do material, de todos esses outros, a maior parte, que viviam prisioneiros do que era palpável e imediato.” 


Antes de terminar, umas palavras para a rapaziada mais nova. Espero que o próximo ano atinjam os vossos objectivos, mas para isso têm de se esforçar MUITO, se o fizerem podem ter a certeza que o nosso Cabo vos dará a oportunidade desejada, e fazendo uma comparação guerreira, um soldado pode enfrentar várias batalhas e por vários factores não ter atirado uma única vez, mas quando chegar essa altura quando for solicitado, ele sabe como disparar e sem hesitar abate o seu adversário. 


Para todos os lesionados, desejo de rápidas melhoras em especial para o Enorme Nuno Serrenho, que te ponhas bom. 


A minha batata quente vai para um dos Melhores Forcados que eu conheço: 


  PARA SER GRANDE, sê inteiro: nada


  Teu exagera ou exclui.


  Sê todo em cada coisa. Põe quanto és


  No mínimo que fazes


  Assim em cada lago a lua toda


  Brilha, porque alto vive.                                            


                                                          Fernando Pessoa 
 


Ele é um fã de Fernando Pessoa………….. 


Gande CUNHA é para ti a batata. 
 


Um abraço  


      Óscar Carvalho

publicado por cid às 21:27

link do post | comentar | ver comentários (6) | favorito
|
Sábado, 7 de Outubro de 2006

Batata Quente - Paulino Reis

Meus amigos, 


Desde já agradeço ao Sr. Tó Abrantes, a oportunidade de me exprimir no blog do grupo. 


A minha experiência de grupo é curta, e ainda por cima peca por elevados períodos de ausência. Certamente que poucas pessoas do grupo podem dizer que me conhecem bem. Mas como o Tó e o Ricardo escreveram, por vezes torna-se complicado estar mais tempo presente, se bem que faço sempre de tudo para estar presente. Não posso dizer que são sacrifícios, porque é por gosto e prazer. Acima de tudo, como já pude dizer em alguns recursos, gosto de estar com todos vocês, nos momentos, que antecedem as corridas, que se vive nas trincheiras, apesar de os viver poucas vezes, os momentos de convívio, etc. 


É impressionante, como se consegue unir um tão variado conjunto de feitios e personalidades em torno de um objectivo, um sentimento, uma forma de estar, é difícil de explicar, sempre com amizade entrega e disponibilidade de todos. É fantástico. 


Contem comigo para o que precisarem. Óscar e Vinhais, eu sei que a iniciativa tem de partir sempre de mim, mas em algum momento que esteja mais distraído, agradeço que apertem comigo, que por vezes também é bom ser picado. Por vezes sou demasiado passivo mas estou decidido a mostrar que tenho raça de forcado do grupo das caldas, e tem de ser já para o ano. 


Para época que aí vem, espero que não hajam lesões e que os sucessos sejam muitos. Porque do pouco tempo que aqui estou sempre me habituei, corra como correr, o grupo sai de praça sempre de cabeça erguida. 


Rapaziada que está magoada, recuperem depressa. 


Não poderia deixar de dar um grande abraço ao Ricardo pela paciência, disponibilidade que ele tem comigo.  


Quero agradecer ao Ricardo, Óscar e Tó, por me terem trazido para este enorme grupo. 


Para terminar um grande abraço a todos, as garrafas do precioso néctar ficam para o próximo jantar. 


Passo a batata quente a um grande amigo, que é um exemplo, que já muito me ensinou neste grupo e ainda vai ensinar, Óscar Carvalho.


Abraço a todos, Paulino Reis

publicado por cid às 13:08

link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
|