.mais sobre o GFACR

.pesquisar

 

.Setembro 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.posts recentes

. Batata Quente - Bernardo ...

. Corridas Com Cheiro a Sam...

. Batata Quente - Alberto C...

. Batata Quente -César Nova...

. Batata Quente - Bernardo ...

. Batata Quente - Luís Palh...

. Batata Quente - Tiago Rib...

. Batata Quente - Francisco...

. Batata Quente - Francisco...

. Batata Quente - Guilherme...

.arquivos

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Agosto 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Maio 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Novembro 2004

blogs SAPO

.subscrever feeds

Terça-feira, 17 de Junho de 2008

Batata Quente - Miguel Roquette

 

Tudo começou por uma brincadeira…
  
 
Começo por pedir desculpas pelo atraso da batata, e agradecer ao meu amigo Diogo Marcelino de me ter passado esta batata
 
Tudo começou á um ano atras, no treino na ganaderia Eng. Rosa Rodrigues em que o Duarte Palha (“Blanquito de Portugal”) convidou me para ir treinar, eu só conhecia algumas pessoas, mas mesmo assim fui muito bem recebido.
 
Desde logo percebi que havia alguma coisa que me chamava para aquele grupo, mas não sabia bem o que é que era.
 
Desde sempre criem uma relação maior com o meu padrinho (Pedro Graciosa) e com ajuda dele comecei a perceber a maneira de ver as coisas por parte do grupo, a amizade que existe e dentro do grupo o espirito de grupo, a entreajuda, tudo a somar na minha consideração. Percebi logo que era um grupo especial, um Grupo à séria!
 
Todo o esforço durante a época de treinos foi premiado com a primeira fardamenta que é um momento que já mais esquecerei. Os sentimentos vividos dentro de praça fazem-me querer voltar lá para dentro muitas e muitas vezes.
 
Mais uma vezes quero agradecer e todos os elementos do grupo pelo apoio pela amizade e por me terem ajudado a poder envergar o escudo que é a jaqueta do Grupo Forcados Amadores das Caldas da Rainha.
 
Podem contar comigo para o que der e vier e espero que por muito tempo…
 
Um forte abraço a todos e passo a batata quente a um grande forcado e elemento fundamental no grupo ao Ricardo Rodrigues.  
publicado por osmaioresdisparates às 21:47

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|