.mais sobre o GFACR

.pesquisar

 

.Setembro 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.posts recentes

. Batata Quente - Bernardo ...

. Corridas Com Cheiro a Sam...

. Batata Quente - Alberto C...

. Batata Quente -César Nova...

. Batata Quente - Bernardo ...

. Batata Quente - Luís Palh...

. Batata Quente - Tiago Rib...

. Batata Quente - Francisco...

. Batata Quente - Francisco...

. Batata Quente - Guilherme...

.arquivos

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Agosto 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Maio 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Novembro 2004

blogs SAPO

.subscrever feeds

Quarta-feira, 3 de Junho de 2009

Batata Quente - Guilherme Neto

 

A verdade é que já há algum tempo gostava de ter escrito umas palavrinhas públicas em glória do nosso grupo. No entanto, são tantos os sentimentos, emoções e experiências que já partilhamos que não sei o que destacar. Este "discurso escrito" é mais difícil do que parece; espero não ser maçador….ehehheheheh!!!!!
 
Tem me sido muito difícil discursar, tenho tido muito azar mesmo!!!! E o blog é uma maneira de nós forcados, exprimirmos os nossos sentimentos, as nossas emoções passadas com o nosso tão grande grupo e assim desta forma acho que devemos olhar para o blog de outra maneira, não tendo que ser nem de esforço nem tão de obrigação para ninguém, mas sim um enorme prazer de poder partilhar as nossas convicções, os nossos erros, etc , ainda para mais, hoje em dia que há forcados espalhados pelo mundo, na Ásia, nas Américas e também em África eles como nós, gostaríamos sempre de nos ouvir e ouvi-los, e uma boa forma disto tudo é mesmo o blog. Pensem nisto….
 
Eu entrei neste grupo de uma forma um bocado “ESTRANHA”, isto tem a sua razão quando o digo pois não tinha ligação nenhuma com toiros, vacas nem com nada que me ligasse de tal maneira à Tourada, só mesmo o meu pai que nos transmitia a paixão pela tourada e levando-nos de vez em quando as corridas.
 
O meu primeiro treino em 2004 nas caldas com o Francisco Calado como Cabo. O meu irmão António estava sempre a dizer me para não pegar e dar umas terceiras, bem só sei que o meu irmão foi – se embora por algum motivo e eu imediatamente pedi ao Calado para pegar, ele concedeu-me tal nobreza, mas nessa altura até ao ultimo ano de treinos não sentia nada, mas mesmo nada por pegar vacas não me dava gozo nenhum, a única coisa que realmente me obrigava a ficar era sem duvida alguma o ESPIRITO DE GRUPO que eu ali encontrava.
 
Uns entram de variadíssimas maneiras uns pelos copos, pelas noitadas, pelos toiros mas eu NÃO! Só entrei no grupo pelos VALORES que tem, RESPEITO, AMIZADE ,HUMILDADE e sobretudo UNIÃO e quando digo isto, é em todos os aspectos não é só no dia das corridas, nem só lá dentro de praça, mas sim como um simples pedido de um forcado para o outro, como uma simples mudança de moveis ,como um convite para ir tomar um café , uma compra de alguma coisa, um pagamento, um favor etc isto são gestos que ficam bem e que nos unem como GRUPO e não como uma simples equipa QUE OLHA PARA O SEU PROPRIO UMBIGO E NÃO FAZ MAIS NADA …
 
Historia: - “Visto que o grupo era muito jovem e com pouca experiencia, o essencial era crescer com um espírito próprio, criar uma personalidade e uma alma de grupo que seja espelho de virtudes, de domínio técnico, de valor e arte.…… o treino é constante e a verdade que nos une”
 
Carta Nobre: -“ O enriquecimento e desenvolvimento do carácter de cada um dos seus elementos, designadamente cultivando os princípios que sustentam as relações de amizade. A amizade é entendida como um sentimento que se cultiva livremente no respeito mútuo e que se fortalece na vivencia da SOLIERADIADADE, LEALDADE, e VERDADE entre as PESSOAS.”
 
Palavras de alguns forcados do nosso grupo: “Um grupo de amigos que por acaso pega toiros”; “O melhor dos amigos, o pior dos inimigos”, “É a amizade que nos une.” “ Ser forcado é tradição, amizade, alegria, tristeza, persistência, cor, vida e uma certa dose de loucura…É o amor e uma arte que se sente mas que é impossível de explicar..” “ Estou no grupo acima de tudo pelos valores que nos são transmitidos, e depois pelo prazer de estar com os meus amigos numa praça a pegar toiros.” “…quer seja dentro, quer seja fora de praça, a amizade é o lema…” “ A VERDADE acima de tudo.” “Coragem, humildade…amizade!” “ A amizade é o seu lema valentia é o seu condão, enfrentam toiros por amor à tradição.”
 
Palavras que se resumem em apenas 3 palavras: Amizade, amizade e amizade.
 
No último ano de treinos finalmente tive o tal bichinho para pegar; hoje em dia dá-me um enorme prazer de poder vestir a jaqueta e tentar ao máximo dignifica-la perante o nosso tão grande povo, torna-la reconhecida perante todo o nosso esforço tanto dos mais novos como daqueles que fundaram este enorme grupo. O que eu gosto mais hoje em dia, é o prazer de estar perante um toiro, e poder, e ter PODER de mandar e de tourear, de citar, de dar aquele passinho prá frente e nunca para trás, de meter a mãozinha direita, o corpo direito, de falar com o toiro provocando-o e tentando que ele invista nobre na nossa reunião e juntos caminhando e lutando até o nosso grupo nos fechar, imobilizando-nos.
 
Dá-me uma enorme sensação de liberdade !!!!
 
Até hoje só tenho coisas boas a recordar, verões passados na foz, na casa do Salvador grandes verões mesmo, noites com o Bernardo Mendia e com os meus irmãos António e Alberto, a semana da ilha de arosa com o grupo, na casa do Marco e do Emanuel só risadas mesmo, em Sevilha loucura total, as festas na green hill já lá vão alguns aninhos, ehehhehe!!! No solar da paz, no sítio, na tertúlia entre muitas outras oportunidades que quero ter com este grupo que eu tanto admiro.  
 
A grande temporada estava mesmo a chegar!!!
 
O ano passado tive a honra de poder vestir a jaqueta do grupo de Forcados Amadores das Caldas da Rainha no dia 16 de Maio de 2008, com o cabinho Óscar. Ainda me lembro bem desse dia, estava tenso convicto daquilo que me poderia aparecer pela frente, o primeiro toiro da noite foi para o Mário que o pegou muito bem, ai fiquei completamente cheio de emoções pois poderia FARDAR -ME E AO MESMO TEMPO PODER PEGAR UM TOIRO o que era realmente muito bom e gratificante e foi mesmo isso que aconteceu, nem queria acreditar em tal honra concedida a mim, consegui pega-lo á primeira, e acabando por brindar agradecendo ao publico muito emocionado, tive pena de ter ficado ferido no olho e assim não podendo festejar com um sorriso de orelha a orelha com o meu tão grande grupo. Muito obrigado Óscar por teres depositado a tua confiança em mim.
 
No meu segundo toiro, na corrida “A dos cunhados” só tenho a pedir desculpa por não ter representado o grupo da melhor maneira. O que mais me enerva é que nessa mesma corrida acho que nunca tive tanta vontade de pegar um toiro como nesse dia; o Ticão aleija-se e pegamos á 5 e o Vinhais deposita pela primeira vez a confiança em mim, eu estava com uma vontade de comer aquele toiro de qualquer maneira só pensava em pegar a primeira mas não, só consegui pegar a terceira tentativa, e mais uma vez peço desculpa ao grupo e ao Vinhais por não ter estado á altura de tal grandeza concedida. Mais uma vez não pude festejar com o grupo por minha culpa.
 
No meu terceiro toiro, o Vinhais volta-me a conceder tal nobreza abrindo a praça “Vermelha” estava de tal maneira concentrado, ciente daquilo que teria de fazer. De facto para mim foi a pega em que tive tecnicamente melhor, correu bem pegando á primeira. Mas o meu irmão Alberto ao tentar ajudar o Xavier, o toiro colhe o meu irmão, acabando por ir para o hospital. Mais uma vez não podendo festejar a minha pega por tal acontecimento.
 
Bem só espero que daqui pá frente tenhamos boas épocas como as que tivemos, e que eu tente a minha sorte em pegar toiros e que me corra tudo bem a mim e ao grupo para que possa finalmente festejar tal acontecimento que é sem duvida alguma PEGAR TOIROS!!!
António obrigado por me teres trazido para o grupo, estou cheio de saudades em Agosto já nos vemos….eheheh!!!!! E Alberto por me teres ajudado em tudo, sem ti não poderia ser forcado.
 
“TRATERATRA !!!! OLÉ!!! TRATERATRA !!!!OLÉ!!!!TRATERATRA !!!! OLÉ!!!”
 E PELO GRUPO DE FORCADOS, VENHA VINHO!!! VENHAM    TOOIIIIROSSSS!!!! E VENHAM MULHERESSSS!!!!!!
 
Espero ouvir estas cantoroladas por muitos, muitos anos…….
 
Ainda tinha muitas coisas para dizer, podia ficar aqui a tarde toda mas em vez disso vou passar a batata quente ao Darticão que penso que ele ainda não teve o prazer enorme de escrever para o blog do grupo…..

 

Agarra-te ai Ticão e tenta ao máximo descrever tudo o que sentes pelo nosso grupo, lembra-te isto não e uma obrigação é uma honra acima de tudo e se o mais rápido possível. Um grande abraço.

 

Guilherme Carvalho Neto

publicado por osmaioresdisparates às 20:33

link do post | comentar | favorito
|
5 comentários:
De Daniel Pedro a 3 de Junho de 2009 às 22:49
Grande Guilherme, gostei imenso do teu texto especialmente por 3 razões. Em primeiro porque entendeste bem o significado destes "discursos" no blog... Talvez como tu existam mais forcados que têm dificuldade em discursar nos jantares e o que pensam é extremamente importante para o grupo. Em segundo porque agarraste e muito bem a batata! Espero que todos agarrem a oportunidade quando tal suceder. E por último porque já começas a sentir na pele o misto de sentimentos dum forcado! A alegria de ter pegado à primeira... a tristeza dum amigo ter de ser dobrado! A alegria de fardar por este grupo... a tristeza de sentir que não conseguimos dar tudo o que queriamos... Enfim, por tudo isto acredita que um forcado vive diariamente emoções distintas mas no fim o que importa é que as viveu e partilhou-as com o seu grupo de amigos! Um grande abraço e de certeza que este ano vais ter mais alegrias que tristezas. DANI
De ACN a 4 de Junho de 2009 às 09:01
Grande Gui ,

Estar longe e ver-te a escrever assim, NÃO É FACIL !!! Começaste a acompanhar o grupo bem cedo, oportunidade que soubeste aproveitar...Agora que te começas a fardar tens mostrado a RAÇA que tens, e espero que esta seja sempre acompanhada de SORTE!!! Ainda havemos de pegar um toiro com os três "manos Neto" lá dentro!!!
beijinhos Puto, tenho muito orgulho em ti...
De Bernardo Mendia a 26 de Junho de 2009 às 05:05
Acho q o maricas do Neto tb chorou...
Gui, o Óscar só é cabinho para os mais velhos. Para ti ainda é Cabo.
De resto, há q reconhecer que estes putos ainda nos conseguem ensinar umas coisas.
De Emanuel Casimiro a 4 de Junho de 2009 às 13:23
Guilherme,

Com a mesma determinação que te vi a pegar o touro em marrazes, tb assim o fizeste ao escrever para o nosso blog. Espero que continues a viver o grupo tal como o descreveste pois essa é a nossa essência e sem a amizade que nos une nada disto faria sentido.

Um grande abraço
De Joana MCN a 5 de Junho de 2009 às 11:06
Muito bem Gui ! Gostei muito de ler o que escreveste e constatar que vais no bom caminho!
Beijinhos da Cunhada Preferida!

Comentar post