.mais sobre o GFACR

.pesquisar

 

.Setembro 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.posts recentes

. Batata Quente - Bernardo ...

. Corridas Com Cheiro a Sam...

. Batata Quente - Alberto C...

. Batata Quente -César Nova...

. Batata Quente - Bernardo ...

. Batata Quente - Luís Palh...

. Batata Quente - Tiago Rib...

. Batata Quente - Francisco...

. Batata Quente - Francisco...

. Batata Quente - Guilherme...

.arquivos

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Agosto 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Maio 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Novembro 2004

blogs SAPO

.subscrever feeds

Terça-feira, 7 de Fevereiro de 2006

Batata Quente - Salvador Pereira

“UM POR TODOS E TODOS POR UM”

Antes de mais quero agradecer ao nosso “Manu” a honra que me dá de poder “batatar” neste blog. Primeiro por o considerar um grande amigo, e segundo por me dar oportunidade de vos transmitir algumas coisas que sinto e penso.

Há uns anos atrás (ainda o Santa Marta era uma criança! …. he…he…) o Pyrrait convidou-me para ir a uma corrida de toiros nas Caldas da Rainha, lembro-me que era Agosto, e se não me engano, lá para o meio do mês.

Assim que cheguei, senti o “cheiro de corrida”. A agitação das pessoas, o som dos megafones a anunciar a corrida, o cheiro dos cavalos e o melhor de tudo…. a chegada dos forcados da casa! Olhei para um Grupo de amigos que dentro de minutos se ia pôr à frente de um toiro, com todos os perigos inerentes, com o risco da própria vida a troco de algumas palmas e flores, onde a lógica não tem lugar, e o “juízo” não é para ali chamado… AGRADOU-ME!

Mas estava longe de saber o que sei hoje. Houve uma coisa naquela corrida que mudou a pessoa que sou hoje. Numa tentativa de pega, com o Pyrrait à cara, ele ficou estendido no chão sem se mexer, e numa questão de micro segundos e sem hesitação de nenhum dos outros 7 membros, todos se atiraram para cima dele protegendo-o de um toiro que não parava de investir… logo ali percebi que não se tratava de um Grupo de rapazes que veste uma “farda” bonita para impressionar as miúdas, mas sim de uma “família” que se entrega de alma e coração e se protege mutuamente a custo da própria vida!... Foi à primeira vista… “APAIXONEI-ME”…!


Sempre fui muito responsável, com objectivos bem delineados e sempre ciente dos meus limites. Na altura estava a fazer o curso de piloto ( o mesmo que o Dani começou agora a tirar, e que me deixa muito orgulhoso e contente, até porque vai ser meu aluno, e vai ser uma boa oportunidade de lhe mandar uns calduços…he...he...)  e não punha sequer a hipótese de me poder magoar e não concretizar um sonho de criança…VOAR!

Mesmo assim, a convite mais uma vez do Vasco, fui ao 1º treino da época seguinte (acho que o Santa já estava no secundário…he…he…), fui como não podia deixar de ser, muitíssimo bem recebido, como é aliás característico do nosso grupo. Apesar de ter dito ao Cabo, na altura Vasco Morgado, que ia apenas como “turista”, todos me davam dicas, explicavam como se devia ou não fazer isto ou aquilo. Ainda vacilei, pensei é isto que eu quero, é com estas pessoas com este ideais que me identifico, também quero ser desta FAMÍLIA!...mas não entrei!

Os anos passaram, muita coisa aconteceu, e finalmente desta vez por intermédio do meu padrinho Be(g)na(g)do Mendia, acabei por tomar a decisão talvez mais irresponsável da minha vida, talvez a menos lógica e desajustada no tempo, mas que me deu a oportunidade de poder conhecer todos os que agora considero “irmãos”....ENTREI!  Como diz o ditado…”mais vale tarde que nunca” ( mesmo quando o tarde já implica alguns cabelos brancos…ou verdes?!)

Entrei finalmente no Grupo de Forcados Amadores das Caldas da Rainha, na “família” que tenho o maior orgulho de dizer agora que pertenço e que protejo sem hesitar um micro segundo todos os que a ela pertencem. Quero agradecer ao Pyrrait por me ter mostrado o “caminho”, ao meu pad(g)inho por me “encaminhar”, e a todos por me darem a oportunidade de poder ser vosso amigo, vosso “irmão”, e de me sentir por todos correspondido. Sinto-me verdadeiramente em CASA!...Obrigado.


Quero que saibam que têm aqui um amigo que vos admira e respeita, a todos, e que podem contar para tudo, dentro e fora de praça. Pois para mim o Grupo é como a minha família é “ UM POR TODOS E TODOS POR UM”… sem perguntas nem hesitações.

E pelo GFACR venha vinho!……..do nosso!

E o próximo que desafio para este “batatanso” é o meu grande amigo ainda solteiro, mas não por muito tempo….. NETO!

Aguenta-te à bomboca…..

Um grande abraço.

Sal
publicado por cid às 19:49

link do post | comentar | favorito
|
15 comentários:
De Pedro Figueiredo(Graciosa) a 16 de Fevereiro de 2006 às 13:47
Belo texto é verdade.é assim k todos se devem sentir dentro do GFACR pois somos mesmo uma familia.Quem aqui entra ja não consegue sair pois esta familia prende-se ao nosso coração.SAl por ti e pelos outros membros do nosso grupo estou PRO K CALHAR.DENTRO ou FORA de PRAÇA.um grande abraço
De Francisco Calado a 15 de Fevereiro de 2006 às 17:43
Um texto muito engraçado salvador, só agora é que consegui vir ler o teu texto, mas no entanto já tinha ouvido comentários e de facto está aquilo que tu és. E como já tinhamos conversado isto é a tua maneira sincera de viver e sentir o nosso Grupo. Posso dizer-te também que é com o teu espírito que conseguimos levantar a moral nos momentos mais difíceis, como aconteceu o ano passado. Obrigado pelo teu apoio, um grande abraço
De Nuno Morgado a 14 de Fevereiro de 2006 às 22:52
Grande Salvador,
As tuas palavras tocaram muito…das essências. Quando percebemos que alguém entende em profundidade este nosso Grupo e a sua razão de ser, e que por causa desse entendimento nasce um intenso sentido de Grupo, gera-se e nós um bonito sentimento de alegria. Mas não só, gera-se também um reconfortante sentimento de confiança no futuro, e este, é mais importante do que aquele, porque permanece no tempo. Agradeço-te por me fazeres sentir estas emoções. Deus Nosso Senhor te dê a oportunidade de viveres neste Grupo tudo o que ambicionas. Um grande abraço, Nuno Morgado.
De Cid a 14 de Fevereiro de 2006 às 18:03
Pois... A verdade é k só kem é realmente apaixonado pelo GFACR consegue escrever este texto. Graças a Deus temos conseguido "filtrar" as pessoas certas e tu és, sem dúvida, uma delas. É nesta escola de valores que tu te enquadras perfeitamente, pq se não fosse assim, não sentias o nosso grupo dessa forma. Um grande abraço amigo SAL...
De ACN a 14 de Fevereiro de 2006 às 15:31
Grande Sal quem lê o teu texto consegue imaginar um pouco o GRANDE amigo que tu és para todos nós...Obrigado por estares sempre presente nas situações dificeis.Nas outras não vale a pena estares..eheh!!!Abraço
De intrusa a 13 de Fevereiro de 2006 às 00:40
Conhecem?
http://toiradas.blogger.com.br

Se não conhecem, vão ver. E não façam fé à 1ª impressão. Música, belíssimas fotos, muita criatividade.
Apetece saltar para a arena!

Boa preparação: são mais umas semanas e... sem darem por ela estamos em plena época!
De Bernardo Mendia a 11 de Fevereiro de 2006 às 00:06
Ele é escritor, ele é orador, ele é aviador... qualquer dia também vais à OT3 e sais-nos cantor não?!?!?! Sim senhor, excelente texto, ainda bem que não enviaste foto, porque com o cabelo verde podia não ser muito bem aceite; e não te entusiasmes com a conversa da família, porque aquilo das miúdas é muito importante!!! Grande abraço
De Nuno Vinhais a 10 de Fevereiro de 2006 às 23:49
Grande Salvador, ainda bem que te apaixonaste pelo nosso Grupo dessa forma. Da mesma forma que nós te recebemos da melhor forma e te transmitimos o que é ser forcado no nosso Grupo, agora tens de trabalhar não só para te afirmares cada vez mais, mas também para passares os teus conhecimentos aos que entram. Mais importancia = Mais responsabilidade. Mas sei que tás a altura... Grande abraço
De Ana a 10 de Fevereiro de 2006 às 12:43
Depois de ler a batata quente (como todas as semanas), e mesmo não tendo muito por hábito comentar, achei que devia dar os parabens pelo texto, a simpliciade da escrita conseguiu conquistar toda a minha atenção...
De Joo Santa Marta a 10 de Fevereiro de 2006 às 09:54
Salvador, em relação à entrada para o grupo não tenho nada a comentar. O teu texto vem mais uma vez confirmar a pessoa que és, simples mas de uma grande entrega. É com muito satisfação que leio a tua "batata quente". Um abraço

Comentar post